Resenha O hospedeiro

Olá meu caros, Tudo bem com vocês?
Sei que ando sumida, desde a semana passada que não posto nada, mas estou de volta, é que por aqui está tudo corrido.
Mas para minha, sua e para alegria da autora, hoje eu vou fazer a resenha do livro O Hospedeiro, da amiga e parceira Juliana Walker.
E já para deixar a dica, quem quiser comprar o livro, procurem nas saraivas, principalmente nas on line, porque ela sempre tem esse livro com ótimos preços.
Titulo: O hospedeiro
Editora: Pandorga.
Paginas:134
Ano:2013



O Hospedeiro
Sinopse - O Hospedeiro - Juliana Walker
Em uma pequena vila cercada por uma floresta, que traz maldições jamais imaginadas... O mal será invocado! Ele está prestes a invadir definitivamente a terra e para que isso aconteça precisa de um corpo puro e santo. Luke, o missionário, foi escolhido e sua luta para descobrir que existe algo mais entre o céu e terra o coloca em contato com um mundo novo. Um mundo cheio de criaturas maléficas jamais imaginadas, onde nem tudo que parece verdadeiro realmente é.
Luke tem sua fé testada e se apaixona por uma Maha, Sila, um ser maligno da floresta. Lutando contra seus sentimentos e tendo diante de seus olhos tudo aquilo que nunca julgou existir, Luke não teme os demônios pois sabe muito bem lidar com eles.


Resenha:
Então, o livro conta a história de um Santo, o Santo Luke, futuro padre que mora em uma cidade pequena em volta de uma floresta, ele se apaixona por Sila, um ser maligno da floresta, mais claramente, um demônio.
E é bem nessa parte que começa a ficar interessante.
Um Santo não pode se apaixonar por um ser maligno e amaldiçoado, mas para nossa alegria isso acontece.  O Santo Luke descobre que ele e seu amor proibido são peças chaves para um ritual para despertar outro demônio.
Ele descobre que tem raízes muito antigas, e que sua luta contra esses seres do mal vem atravessando gerações e mais gerações. A luta entre amores, destruição e maldições fica cada vez maior.
E mais uma vez eu falo a mesma coisa que eu falei na resenha do livro O escolhido, a autora tem uma ótima imaginação. Para criar coisas sobre naturais e assustadoras. Eu tenho que confessar que mesmo o gênero do livro não sendo terror, tem algumas cenas que me deixaram com medo, palavras estranhas e rituais que batem um pânico.
A história tem algumas coisas bem assustadoras, e outras intrigantes, mas também tem cenas um tanto fofas e até românticas. O livro teve uma boa melhora na ortografia e no português.
E mais uma vez a autora está de parabéns. O livro é curtinho, da para ler em um dia, no Maximo três, para quem tem medo como eu são três, RS.
Em nenhum momento a autora perde o foco da história, mas ela também encontra tempo e espaços perfeitos para introduzir um pouco de romance, e deixar o terror encantador. O final é surpreendente, ele possuiu um grande sacrifício, mas também tem uma grande felicidade.

Abraços!!!!



Comentários