As melhores escolas de músicas de São Paulo. Gratuitas!

Olá leitores e leitoras, amigos e amigas. Tudo bem com vocês?
O post de hoje é sobre música. Como alguns sabem, eu sou estudante de música, e quero seguir carreira na música. E a uns dias atrás estava conversando com uma colega e entramos no assunto "escolas de música", já que muitas das vezes encontramos dificuldades para encontrar um.a escola ou pagar um curso porque geralmente eles são bem caros. Por isso, eu decidi procurar mostrar para vocês as melhores escolas de música do Estado de São Paulo, para vocês verem que onde estudar música tem sim, oportunidade, também tem, só precisamos procurar.

Então vamos lá:


Escola Municipal de música:
Reconhecida pela qualidade dos professores e por formar muitos dos instrumentistas e cantores atuantes nas orquestras e temporadas líricas do Brasil, a Escola Municipal de Música de São Paulo foi fundada em 1969 e desde o princípio ofereceu ensino de excelência, sem custo, à população de São Paulo.
Os cerca de 800 alunos têm como opção de estudo todos os instrumentos de uma orquestra sinfônica, além de regência, canto, saxofone, cravo, flauta doce e violão. Os cursos, com duração de 4 a 12 anos, têm, além do aprendizado do instrumento, orientação teórica em matérias como contraponto, harmonia, história da música e teoria musical. Os cursos oferecem ainda  prática de conjunto de música de câmara, música antiga, big band, madrigal, coral e com as Orquestras Jovem e Infantojuvenil da Escola Municipal de Música.
O corpo docente da escola é formado por instrumentistas e chefes de naipe de orquestras como a Sinfônica Municipal de São Paulo e Osesp e por solistas das temporadas musicais da Cidade, pesquisadores e musicólogos.
Desde o início de 2013 a Escola Municipal de Música faz parte da Fundação Theatro Municipal de São Paulo.
Endereço: 
Escola Municipal de Música
Praça das Artes
Avenida São João, 281 - 2º andar
Centro - São Paulo
+55 11 4571 0466 


EMESP TOM JOBIM (ESCOLA DE MÚSICA MUNICIPAL DO ESTADO DE SÃO PAULO- TOM JOBIM)

A trajetória da Escola de Música do Estado de São Paulo - Tom Jobim teve início em outubro de 1989. O primeiro reitor e presidente do conselho foi o maestro Antonio Carlos Jobim.

Por um longo período foi chamada de Universidade Livre de Música (ULM) e tinha sede no bairro do Bom Retiro. Em 2001, com a transferência das atividades do Bom Retiro para o prédio localizado no Largo General Osório, na Luz, estabeleceu-se a configuração atual. A Escola foi rebatizada como Centro de Estudos Musicais Tom Jobim e, posteriormente, com o seu nome atual: Escola de Música do Estado de São Paulo - Tom Jobim (EMESP Tom Jobim).

Em 2009, a organização social Santa Marcelina Cultura passou a administrar a Escola. Foi realizada uma melhoria do espaço físico, a valorização de professores e funcionários e a estruturação de uma proposta pedagógica original, com ênfase no estudo do instrumento e na prática coletiva de música.


O SAU é responsável por receber elogios, dúvidas, reclamações e sugestões dos alunos, seus familiares e da comunidade em geral.
Atendimento pessoal, carta ou correio eletrônico
Largo General Osório, 147 – Luz
CEP: 01213-010
2ª a 6ª das 9h às 12h e 13h às 17h
Telefone: (11) 3221-7326
Endereço eletrônico: sau@santamarcelinacultura.org.br

Conservatório Dramático de Tatuí. 
Criado por lei estadual em 13 de abril de 1951 e fundado oficialmente em 11 de agosto de 1954, o Conservatório de Tatuí, como é conhecido nacionalmente, representa uma das mais sérias e bem sucedidas ações no setor cultural no Estado de São Paulo. Com quase 60 anos de formação e difusão cultural, uma das mais respeitadas escolas de música da América Latina cumpre a missão de formar instrumentistas, cantores, atores e luthiers de prestígio internacional. Seus 47 cursos distintos, todos gratuitos, têm duração média de seis anos (além de dois anos de aperfeiçoamento, opcional), sendo que seus alunos são, invariavelmente, destaques em concursos nacionais e internacionais. Alguns dos principais músicos da atualidade tiveram formação no Conservatório de Tatuí.
A instituição está localizada a 130km da Capital e recebe estudantes de São Paulo, de outros 20 Estados brasileiros e de países da América Latina. Ocasionalmente, o Conservatório de Tautí também recebe alunos para aperfeiçoamento em música brasileira vindos da América do Norte, Europa e, até, Ásia.
Além de total infraestrutura – salas de aulas distribuídas em seis imóveis, instrumentos e um alojamento - o Conservatório de Tatuí disponibiliza a seus alunos programa de ensino atualizado. Outra oportunidade oferecida a alunos da instituição são as bolsas de estudos. Atualmente, são três tipos de bolsas – auxílio, ofício e performance -, que remuneram e oferecem a alunos a oportunidade de dedicar-se exclusivamente ao estudo da música e/ou artes cênicas e, também, de atuar ao lado de profissionais.
O Conservatório de Tatuí conta ainda com conjuntos pedagógicos (formados exclusivamente por alunos) e pedagógico-artísticos (formados por alunos e professores). São orquestras, bandas, big bands e grupos de música de câmara por meio dos quais os alunos têm assegurados a prática musical e o contato com instrumentistas profissionais.
Além de ensino de alta qualidade, o Conservatório de Tatuí mantém agenda artística com diferentes atividades, que recebe espectadores de todo o interior paulista. São encontros, festivais, masterclasses, workshops, concertos, espetáculos de teatro, cursos intensivos, palestras e recitais. A produção interna é, ainda, levada aos mais diferentes pontos do Estado de São Paulo ao longo do ano, por meio de apresentações de grupos pedagógicos e pedagógico-artísticos.
Por conta de sua importância no cenário internacional da música, o Conservatório contribuiu de forma essencial para que Tatuí, sua cidade sede, ganhasse o título de “Capital da Música”. O título foi dado ao município por meio da lei estadual 12.544, que oficializa Tatuí como a “Capital da Música do Estado de São Paulo”, em 30 de janeiro de 2007.tório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos” de Tatuí tem por objetivos a formação profissional de músicos, lutiês, técnicos de áreas afins às artes cênicas e atores, bem como a capacitação e reciclagem nas áreas de Educação Musical e Educação Teatral.




Gente, agora para deixar bem claro, essas instituições só aceitam alunos que já tenham conhecimentos na área a qual pretende estudar. Para entrar você precisa fazer uma prova. Então, se você ainda não tem conhecimentos, eu recomendo que procure um cursinho ou entre no programa GURI SANTA MARCERLINA, que ensina música gratuitamente e para entrar não precisa de teste. O guri é onde eu estudo atualmente, eles possuem polos espalhados por toda a capital e é super fácil de entrar, os professores são ótimos e os cursos também. 

Guri Santa Marcelina tem como missão a educação musical e a inclusão sociocultural de crianças e adolescentes na Grande São Paulo.
O programa foi lançado em 2008 a partir de uma iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo e é gerido pela Santa Marcelina - Organização Social de Cultura.
Por meio da educação musical de qualidade, apoiada por um serviço de atendimento social, oferecemos a estudantes de 6 a 18 anos uma oportunidade real de crescimento cultural e inclusão social.
Para atingir este objetivo, apostamos na plena capacidade do ser humano, oferecendo não apenas uma rede de apoio, mas também - e principalmente - desafios e ferramentas para que os alunos cresçam por mérito próprio e conquistem seu lugar na sociedade

Então, por hoje é só. Agora, se você quer estudar música, oportunidade tem. Basta correr atrás.
Espero que tenham gostado. Até a próxima. 
Abraços!!!

Comentários

  1. Oi Séfora, bem legal esse post e bastante útil!! Realmente as escolas particulares são geralmente bem caras e não são todos que tem condição. Que legal que você estuda música, qual é o seu instrumento? No colégio, eu tocava flauta, mas hoje não sei tocar mais nada. Aqui no Rio tem a Escola Villa Lobos, mas houve um boato que o governador queria privatizá-la, espero que não aconteça, pois será uma grande perda.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  2. Oi Séfora!
    Legal a postagem, será útil para muitas pessoas. Deve ser o máximo estudar música.
    Pena que eu não tenho o dom hehehe
    Beijokas ^^

    Lara - Magia Literária

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Diga o que acha, e ajude a transformar o blog a cada dia.