Resenha: Éros, a guerra pelo trono.

Ano: 2014 / Páginas: 216
Idioma: português 
Editora: Novo Século










Nessa narrativa temos a história do jovem Alex, um menino normal, sem nada de especial. Alex se sente sozinho e sem amigos e apesar de ter uma mãe muito amorosa seu pai não lhe da muita atenção pois vive ocupado com o trabalho. Quando o jovem começa a ter pesadelos com um índio e encontra uma pedra magica as coisas começam a ficar ainda mais confusas em sua cabeça, até que ele descobre que aquela pedra na verdade é um portal, que o levará ao até então desconhecido mundo de Éros.


O índio Zuli, que assombra os sonhos de Alex aparece para lhe pedir ajuda, para salvar o seu planeta que sofre de um grande mal desconhecido e está acabando com a alegria de todo o povo da tribo do índio. Alex curioso sobre aquele mundo e disposto a ajudar embarca nessa aventura com Zuli e ambos vão juntos para Éros. Ao chegar ao encantador planeta Alex descobre que esse grande mal trata-se do desconhecimento do amor. Então quando  o menino começa a falar sobre o amor, e sobre Deus para toda a tribo, todos ficam curados de sua enfermidade.
Passados esses pequenos episódios, Alex decide conhecer esse planeta antes de partir para sua casa, durante suas aventuras para explorar toda a beleza do lugar acaba descobrindo que existe uma profecia sobre alguém que viria de outro planeta e provocaria a destruição de toda a vida em Éros.
Alex acaba sendo o responsável por tornar essa profecia em verdade e descobre que é o único que pode reverte-la então é aqui que a verdadeira aventura começa.
Junto com Zúli e com outros amigos que faz no meio do caminho, como um elfo um anão e outros seres mágicos. Durante essa aventura o autor coloca no caminho deles dragões, águias, um exercito do mal e a revelação de grandes segredos e enquanto o autor se preocupa em construir uma trama com a história do Alex o do planeta ele também se preocupa em criar características para Éros, um planeta com diferentes reinos, com lugares habitados por dragões, águias, centauros, florestas verdes e vividas e grandes armadilhas.
Acima de tudo vale ressaltar a mensagem que o autor tenta passar durante toda a história, que é uma lição de companheirismo e amizade. A todo momento ele deixa claro que é sempre importante termos amigos e que fidelidade e confiança são valores muito importantes.
A escrita é super leve e rápida, o autor não se prolonga muito apenas vai direto aos fatos, e apesar dessa objetividade sempre que parece que a história está prestes a acabar algo novo acontece. Do meu ponto de vista esse é o tipo de leitura para quem quer algo rápido e mais descontraído.


Comentários

  1. Oieee.
    Ele me pareceu meio livro de fantasia né? Gostei da sua resenha, gostei de saber que o livro é dinâmico, quem sabe eu não o leia! A história é boa.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Olá, Sefora!
    A sinopse desse livro me agradou total. Amo livros com essa premissa. E quando o livro de fantasia é nacional fico mais animado ainda. Valeu pela dica.

    Xoxo
    http://surpresasnaspaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, Séfora.
    Não conhecia esse livro ainda, mas me interessei lá na parte da pedra mágica hehe. Adoro livro assim, com portal para outro mundo, por isso o meu interesse. Vou deixar anotado aqui, se encontrar, eu leio.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Olá, adorei a premissa do livro e sua resenha só fez aumentar a minha curiosidade...
    abraços
    Eu Pratico Livroterapia

    ResponderExcluir
  5. Oiee ^^
    Ainda não conhecia esse livro, mas histórias com coisas mágicas e aventuras não são comigo *-* prefiro os romances...haha' Também prefiro os livros que vão mais a fundo no assunto, sabe?!
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Sefora!
    Hummm já gostei do livro por não ser enrolado, rs. Fiquei curiosa com essa indicação \o/
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi Sefora!
    Não gostei muito da premissa do livro, mas ao ler a sua resenha e ver que o autor passa muito sobre amizade e companheirismo, mudei a minha idéia sobre o livro e leria sim... Gostaria muito de conhecer essa história!!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  8. Olá Séfora,
    Adoro livros sobre companheirismo e amizade, mas esse livro não tocou meu coração.
    Parece ser uma leitura excelente, bastante envolvente e fluida, mas não deu aquele toquezinho :/
    Adorei sua resenha e o booktrailer.
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oii,
    Gostei da sua resenha, e a premissa é bem interessante.
    Parabéns

    beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Essa resenha está ótima! Sempre gosto bastante dos livros da Novo Século, mas esse realmente não me interessou, é uma pena :/
    Beijos
    http://www.vivendonoinfinito.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi Sefora, tudo bem?

    O livro parece ser interessante, contém todos os traços que eu gosto, novo mundo, criaturas mágicas e passa uma mensagem importante de amor, fidelidade e amizade. Entretanto, alguma coisa nele não me deixou com tanta vontade de ler.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  12. Oi Se! Parece uma leitura leve e descontraída, que passa vários valores, e falar de amizade, companheirismo nunca é uma coisa ruim, fiquei curiosa com a história! Beijos
    Paulinha
    http://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá

    Não lembro de já ter visto esse livro em algum lugar,gostei da premissa, parece ser aquele tipo de livro que as coisas acontecem o tempo todo, gosto de livros assim,gostei da resenha simples e direta.

    Bjss

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim. Diga o que acha, e ajude a transformar o blog a cada dia.